Myrelle Santiago: nota 10 na OAB

Myrelle Santiago: nota 10 na OAB

Meu nome é Myrelle Santiago e me formei em Direito pela Universidade Federal de Sergipe em abril de 2015. Desde o início, tinha em mente prestar o Exame da Ordem dos Advogados apenas quando acabasse a graduação. E a decisão foi ratificada quando fui nomeada como servidora do Ministério Público de Sergipe.

Como fui lotada no interior ficava bastante difícil conciliar os estudos com as viagens diárias que fazia para o fórum (em torno de 4h e meia/dia na estrada), as matérias finais da Faculdade (dentre elas a monografia) e as atribuições da comissão de formatura.

Quando fiz a inscrição já sabia com toda certeza que para a segunda fase queria fazer a prova de Direito do Trabalho, a minha matéria do coração. A professora Aryanna Linhares disponibilizou um cronograma digno de perfeição e eu passei a segui-lo à risca. Pela manhã não estudava, uma vez que estava trabalhando, chegava em casa em torno das 15h, descansava um pouco e começava a assistir às aulas em média às 18h e assim seguia até às 23h. Claro que por vezes ocorreram imprevistos no dia a dia, mas quando eu não conseguia conciliar, assistia às aulas que atrasei durante a semana nos finais de semana, oportunidade em que estudava de manhã e de tarde. Eu deixava o turno da noite para descansar um pouco, geralmente eu ia ao cinema ou assistia algum filme/seriado com meu namorado em casa. Durante a preparação os momentos de lazer foram os menos badalados possíveis.

A dedicação para a segunda fase não é fácil, seguir um ritmo rigoroso tendo tão pouco tempo é muito desgastante. No entanto, com as palavras de motivação diária dos professores Aryanna e Rafael Tonassi, fui me sentindo confiante e aos poucos os momentos de desespero nos estudos foram sendo substituídos por momentos de determinação e persistência.

Incrível que, muitas vezes, mesmo cansada, eu sentia aquela necessidade de cumprir o cronograma, era uma meta a ser vencida diariamente e eu sei que isso só foi possível graças às aulas que traziam – além de um turbilhão de conteúdos – uma carga de tranquilidade para mim. Era muito recompensador marcar um “X” de cumprido no cronograma dia após dia. Então, pouco a pouco, a ansiedade era vencida dessa forma, através do seguimento do roteiro. Claro que por muitas vezes a angústia tomou conta de mim e isso refletia bastante na minha saúde física: eu achava que era mito a queda de cabelo, mas não é não, meu cabelo caiu demaaais!

Eu senti que havia feito uma boa prova (a voz da Aryanna vinha na cabeça toda hora enquanto realizava o teste), mas não imaginava que tiraria 10! Tenho muito a agradecer a Equipe CERS e em especial a pessoa da professora Aryanna, ao meu namorado pelas melhores orientações e às minhas amigas Rachel e Laís que também prestaram o Exame XVII e foram companheiras de ansiedade e tensão, nada melhor do que um amigo dividindo o fardo nessas horas.

 

Você também tem uma história inspiradora para nos contar? Envie um e-mail para eusou@cers.com.br.

2 thoughts on “Myrelle Santiago: nota 10 na OAB

  1. Bons professores fazem toda a diferença na vida dos alunos, não só nas aulas mas também nas escolhas e principalmente na motivação. Coisa rara nas Faculdades e Universidades. Parabéns aos Mestres sitados no texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *