Browsed by
Autor: EUSOUCERS

Manter a disciplina faz toda a diferença no resultado

Manter a disciplina faz toda a diferença no resultado

Você sente dificuldade em se manter determinado nos estudos? Já passou por alguma frustração? A nossa aluna Adriana Melo já teve algumas classificações em ótimo posicionamento, mas demorou para ser chamada. Apesar dos desapontamentos, ela precisou manter a disciplina e continuou estudando firme e forte! Agora que a aprovação veio com nomeação, ela está ainda mais determinada em sua preparação. O motivo? Ela quer voar mais longe! Assista ao vídeo e ganhe um verdadeiro impulso nos estudos:

Você pode se interessar por: A persistência é fundamental para a aprovação

A persistência é fundamental para a aprovação

A persistência é fundamental para a aprovação

Todo concurseiro de longas datas certamente já passou por altos e baixos ao longo de seu tempo de estudo. Mas sabe o que é fundamental para a aprovação? O importante mesmo é não desanimar e não desistir. Mantendo a dedicação e o pique da preparação, uma hora a aprovação chega. Esse foi o caso da nossa aluna Priscila Cysneiros, selecionada para o cargo de Analista do TJ PE. A recifense conta que passou por muitas frustrações antes de comemorar a conquista e que ainda sonha com um outro concurso.

Conheça melhor a história dela e se inspire:

 

Prepare-se você também!

Quer fazer como Priscila e também conquistar a aprovação do cargo dos seus sonhos? Não deixe de conferir os nossos cursos preparatórios para concurso público! Vamos juntos!

 

Você pode se interessar por: Como aplicar a teoria no mercado de trabalho

Como aplicar a teoria no mercado de trabalho

Como aplicar a teoria no mercado de trabalho

O advogado Diego Pureza, de apenas 26 anos, já possui dois cursos e pós-graduação e está finalizando o terceiro. Tudo isso para se manter atualizado e aplicar a teoria no mercado de trabalho, tornando-se um grande jurista. Em tempos de Lava Jato, ele aprofunda os seus conhecimentos na Estácio CERS com a pós de Prevenção e Repressão à Corrupção. “Acho que desta forma eu acabo sendo mais útil na minha carreira e como cidadão posso ajudar a prevenir essa prática”, afirma.

O que você está esperando para também realizar uma qualificação e se destacar no mercado de trabalho?

Diego Pureza está finalizando a sua Pós-Graduação em Prevenção e Combate à Corrupção e conta um pouco da sua experiência com o nosso curso. Se você ainda não escolheu a sua Pós, assista ao vídeo para saber mais sobre como é estudar com os maiores juristas do país!O que você está esperando para também realizar uma qualificação e se destacar no mercado de trabalho?

Posted by CERS Cursos Online on Thursday, March 22, 2018

Sobre a Pós-graduação em Direito Constitucional

O Curso apresenta uma abordagem multidisciplinar que o estudo do fenômeno da corrupção reclama, a começar pela história e normas do Regime Transnacional AntiCorrupção, passando pelos elementos filosóficos e sociológicos e chegando no Sistema Brasileiro AntiCorrupção. Em complementação, não se descuidará da análise jurisprudencial de todos os temas estudados, bem como as perspectivas legislativas na temática.

Você pode se interessar por: A escolha certa é o primeiro passo para alavancar a carreira

A escolha certa é o primeiro passo para alavancar a carreira!

A escolha certa é o primeiro passo para alavancar a carreira!

Ainda não escolheu a sua Pós-Graduação? Então assista ao vídeo para saber a opinião do nosso aluno do curso de Direito Constitucional Rodolfo Mota! Paraibano, natural da cidade de Guarabira, o advogado de 23 anos não teve dúvidas na hora de escolher o primeiro passo para alavancar a sua carreira no mundo jurídico.
“Já nos primeiros contatos eu pude perceber a comodidade em assistir às aulas na modalidade de EAD (Ensino a Distância) adequando-as ao meu dia a dia da melhor maneira possível”, comenta. Além disso, a excelência do corpo docente fez total diferença para a escolha do recém formado, conforme depoimento no vídeo abaixo. Confira:

Ainda não escolheu a sua Pós-Graduação? Então assista ao vídeo para saber a opinião do nosso aluno do curso de Direito Constitucional Rodolfo Mota!O que você está esperando? Venha estudar com os melhores juristas do país e aprofundar os seus conhecimentos sobre as áreas do Direito.

Posted by CERS Cursos Online on Wednesday, March 21, 2018

O que você está esperando? Venha estudar com os melhores juristas do país e aprofundar os seus conhecimentos sobre as áreas do Direito.

Sobre a Pós-graduação em Direito Constitucional

O Curso de Especialização na área de Direito Constitucional está construído de forma a orientar o aluno quanto à evolução na área, ao mesmo tempo em que destaca a importância da compreensão dos elementos técnicos e teóricos, atrelados à realidade do mercado atual e às demandas das instituições jurídicas.
Nesse sentido, o programa visa a aprofundar a teoria jurídica pertinente, correlacionando normas, princípios, doutrina e jurisprudência e proporcionando a compreensão da aplicação do direito material no processo.
FORÇA DE VONTADE PARA APROVAÇÃO EM CONCURSO FAZ TODA DIFERENÇA

FORÇA DE VONTADE PARA APROVAÇÃO EM CONCURSO FAZ TODA DIFERENÇA

Angélica Medeiros, de 29 anos, é natural de Assun, no Rio Grande do Norte. Ela foi aluna CERS no curso de 3ª fase para Promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais. Perguntamos a ela qual foi o segredo para conseguir ter força de vontade para aprovação no certame. Assista ao vídeo e se inspire nesta história para conquistar a aprovação no concurso dos seus sonhos também!

Vale dizer que o professor Rogério Sanches ensinou outros nove alunos que também conquistaram a aprovação no mesmo certame.

Confira detalhes sobre o concurso

O concurso público para Promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais foi realizado em 2017. A banca examinadora responsável pela organização do certame foi a Fundep. O certame ofereceu 40 vagas com salários iniciais de R$ 26 mil. Como a validade é de dois anos, mas pode ser prorrogada, existe a possibilidade de mais candidatos serem convocados.

Os requisitos para assumir o cargo de Promotor de Justiça do MP MG são os seguintes:

  1. ser brasileiro;
  2. ter concluído curso de bacharelado em Direito há, no mínimo, três anos;
  3. possuir, no mínimo, três anos de prática de atividade jurídica;
  4. estar quite com o serviço militar e com as obrigações eleitorais;
  5. estar no exercício dos direitos políticos e apresentar comprovada idoneidade moral, no âmbito pessoal, profissional e familiar.

Agora, veja quais foram as etapas:

  1. I – primeira etapa – uma prova preambular, de caráter eliminatório e classificatório;
  2. II – segunda etapa – quatro provas especializadas, de caráter eliminatório e classificatório, podendo haver consulta à legislação desacompanhada de anotação ou comentário, vedada a consulta a obras doutrinárias, súmulas e orientação jurisprudencial.;
  3. III – terceira etapa – de caráter subsidiário, com as seguintes fases: a) sindicância da vida pregressa e investigação social; b) exame de higidez física e mental; c) exame psicotécnico.
  4. IV – quarta etapa – quatro provas orais, de caráter eliminatório e classificatório;
  5. V – quinta etapa – avaliação de títulos, de caráter classificatório. A participação do candidato em cada etapa ocorrerá necessariamente após habilitação na etapa anterior.

Você pode se interessar por:

Confira aqui os concursos públicos previstos para 2018!

A IMPORTÂNCIA DA MOTIVAÇÃO PARA APROVAÇÃO EM CONCURSO PARA PROMOTOR DE JUSTIÇA

A IMPORTÂNCIA DA MOTIVAÇÃO PARA APROVAÇÃO EM CONCURSO PARA PROMOTOR DE JUSTIÇA

Bruno Viana, de 28 anos, é natural de Brasília. Ele foi aluno CERS no curso de 3ª fase para Promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais. Perguntamos a ele qual foi o segredo para conseguir motivação para aprovação no certame. Assista ao vídeo e se inspire nesta história para conquistar a aprovação no concurso dos seus sonhos também!

Vale dizer que o professor Rogério Sanches ensinou outros nove alunos que também conquistaram a aprovação no mesmo certame.

Confira detalhes sobre o concurso

O concurso público para Promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais foi realizado em 2017. A banca examinadora responsável pela organização do certame foi a Fundep. O certame ofereceu 40 vagas com salários iniciais de R$ 26 mil. Como a validade é de dois anos, mas pode ser prorrogada, existe a possibilidade de mais candidatos serem convocados.

Os requisitos para assumir o cargo de Promotor de Justiça do MP MG são os seguintes:

  1. ser brasileiro;
  2. ter concluído curso de bacharelado em Direito há, no mínimo, três anos;
  3. possuir, no mínimo, três anos de prática de atividade jurídica;
  4. estar quite com o serviço militar e com as obrigações eleitorais;
  5. estar no exercício dos direitos políticos e apresentar comprovada idoneidade moral, no âmbito pessoal, profissional e familiar.

Agora, veja quais foram as etapas:

  1. I – primeira etapa – uma prova preambular, de caráter eliminatório e classificatório;
  2. II – segunda etapa – quatro provas especializadas, de caráter eliminatório e classificatório, podendo haver consulta à legislação desacompanhada de anotação ou comentário, vedada a consulta a obras doutrinárias, súmulas e orientação jurisprudencial.;
  3. III – terceira etapa – de caráter subsidiário, com as seguintes fases: a) sindicância da vida pregressa e investigação social; b) exame de higidez física e mental; c) exame psicotécnico.
  4. IV – quarta etapa – quatro provas orais, de caráter eliminatório e classificatório;
  5. V – quinta etapa – avaliação de títulos, de caráter classificatório. A participação do candidato em cada etapa ocorrerá necessariamente após habilitação na etapa anterior.

Você pode se interessar por:

Confira aqui os concursos públicos previstos para 2018!

A importância da serenidade para aprovação em concurso para Promotor de Justiça

A importância da serenidade para aprovação em concurso para Promotor de Justiça

Alcidézio Bispo, de 34 anos, é natural do Recife, capital pernambucana e mora no Rio de Janeiro. Ele foi aluno CERS no curso de 3ª fase para Promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais. Perguntamos a ele qual foi o segredo para conseguir serenidade para aprovação no certame. Assista ao vídeo e se inspire nesta história para conquistar a aprovação no concurso dos seus sonhos também!

Vale dizer que o professor Rogério Sanches ensinou outros nove alunos que também conquistaram a aprovação no mesmo certame.

Confira detalhes sobre o concurso

O concurso público para Promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais foi realizado em 2017. A banca examinadora responsável pela organização do certame foi a Fundep. O certame ofereceu 40 vagas com salários iniciais de R$ 26 mil. Como a validade é de dois anos, mas pode ser prorrogada, existe a possibilidade de mais candidatos serem convocados.

Os requisitos para assumir o cargo de Promotor de Justiça do MP MG são os seguintes:

  1. ser brasileiro;
  2. ter concluído curso de bacharelado em Direito há, no mínimo, três anos;
  3. possuir, no mínimo, três anos de prática de atividade jurídica;
  4. estar quite com o serviço militar e com as obrigações eleitorais;
  5. estar no exercício dos direitos políticos e apresentar comprovada idoneidade moral, no âmbito pessoal, profissional e familiar.

Agora, veja quais foram as etapas:

  1. I – primeira etapa – uma prova preambular, de caráter eliminatório e classificatório;
  2. II – segunda etapa – quatro provas especializadas, de caráter eliminatório e classificatório, podendo haver consulta à legislação desacompanhada de anotação ou comentário, vedada a consulta a obras doutrinárias, súmulas e orientação jurisprudencial.;
  3. III – terceira etapa – de caráter subsidiário, com as seguintes fases: a) sindicância da vida pregressa e investigação social; b) exame de higidez física e mental; c) exame psicotécnico.
  4. IV – quarta etapa – quatro provas orais, de caráter eliminatório e classificatório;
  5. V – quinta etapa – avaliação de títulos, de caráter classificatório. A participação do candidato em cada etapa ocorrerá necessariamente após habilitação na etapa anterior.

Você pode se interessar por:

Confira aqui os concursos públicos previstos para 2018!

A importância da autoconfiança na aprovação da OAB

A importância da autoconfiança na aprovação da OAB

Thales Messias, de 21 anos, mora na cidade de Jundiaí, interior de São Paulo. Ele foi aluno CERS no curso de 2ª fase em Direito do Trabalho e foi aprovado no XXII Exame de Ordem. Perguntamos a ele qual foi o segredo da aprovação na OAB. Inspire-se nesta história e conquiste a autoconfiança na aprovação da OAB!

Rotina intensa

Como muitos examinandos, Thales seguiu uma rotina de preparação intensa para a prova da OAB. Ele fez o exame quando estava no 9º período do curso de Direito, e precisou conciliar os estudos com as aulas da faculdade à noite e com as 8h diárias de trabalho.

“A facilidade de assistir as aulas on-line e o mentoring foram o ponto chave para eu conseguir cumprir com o conteúdo programado, principalmente porque nunca tive uma boa capacidade em me organizar”.

Com as aulas online, Thales se dedicou a maior parte dos estudos nos finais de semana. Geralmente, sábado e domingo eram suficientes para esgotar as aulas semanais e fazer os exercícios propostos. Quando necessário, ele assistia vez ou outra as aulas ao retornar da faculdade.

Autoconfiança

Ao iniciar a preparação para a OAB, muitos examinandos ficam angustiados com o pouco tempo disponível para estudar. Mesmo aqueles que começam a se preparar com meses de antecedência sempre acham que nunca vão conseguir dar conta de todo o conteúdo. Uma sensação mais do que normal para qualquer candidato que vai enfrentar uma prova importante.

A questão é que muitos alunos se preocupam apenas com o cronograma de estudos. E esquecem um detalhe também fundamental da preparação: a autoconfiança!

Essa também foi uma das dificuldades apontadas por Thales durante a preparação para a prova da OAB: a falta de autoconfiança na aprovação da OAB dele mesmo, e a cobrança por parte dos outros.

“Me ajudou muito poder contar com o apoio de pessoas queridas e também as palavras da Professora Aryanna, que fazia questão de nos tranquilizar até a última aula. No final, percebi que além do estudo, outro fator fundamental na preparação é a confiança que é construída aos poucos, conforme se supera novos obstáculos”

Aprovação

Dedicação e autoconfiança na aprovação da OAB foram os segredos do Thales. E o CERS tem orgulho de ter feito parte desta conquista. Ele acreditou no CERS sem nunca ter feito outro curso online antes. Ele seguiu a indicação de uma amiga e checou depoimentos de outros alunos: “foi uma ótima decisão!”.

Escolhi o CERS sem nunca ter feito outro curso on-line antes. Segui a indicação de uma advogada que trabalhou comigo, ex-aluna do CERS, verifiquei alguns bons depoimentos na internet e foi uma ótima decisão!

Hoje, mesmo passada a fase de exame da OAB, Thales continua seguindo os professores Aryanna Linhares e Rafael Tonassi nas redes sociais, de tão presentes que eles foram durante o período de estudos.

“Sem dúvidas, o investimento no curso do CERS me trouxe um retorno enorme, além da aprovação, uma nova perspectiva de estudo. Sou muito grato a toda equipe que trabalhou para isso”.

 

Leia mais depoimentos de aprovados na OAB! Ou envie a sua história para a gente pelo e-mail eusou@cers.com.br.

É sempre tempo de estudar

É sempre tempo de estudar

Ao perceber que é sempre tempo de estudar, foi aos 46 anos que Vilmara Heimoski Teixeira se formou em Direito. Para ajudar pessoas que sentem dificuldade em começar ou retomar os estudos, ela faz depoimento incentivador. Quem pensa em se dedicar a algum curso ou disciplina, vale a pena conhecer a experiência dela sobre sua aprovação. Ela conta que o CERS foi decisivo para a sua conquista, com curso preparatório para a OAB.

Apesar de ter sido uma aluna mediana ao longo da graduação, o sucesso no Exame de Ordem foi conquistado a partir de mudanças. Para começar, a advogada conta que teve dedicação exclusiva para a primeira fase, estudante 12 horas por dia, separadas igualmente em três turnos.

Já para a segunda fase, a então estudante de Direito percebeu que precisaria de ajuda. Foi quando começou a pesquisar cursos especializados na área. “Verifiquei que os cursos que se diziam excelentes tinham milhares de reclamações e a maioria não resolvida. O CERS havia uma reclamação bem boba, como demora pra carregar o site, e tinha sido solucionada. Quer dizer, o aluno não foi ignorado”, conta.

Você pode conhecer os cursos do CERS assistindo às primeiras aulas grátis, preparando-se já para a segunda fase da OAB.

Experiência no CERS

Após as recomendações e pesquisas de reclamações, Vilmara decidiu escolher o CERS para ser o guia de preparação para a prova. Sobre o conteúdo do curso escolhido, a expectativa não só foi atendida, como superada. “O curso todo é muito bem estruturado, os professores maravilhosos!!! Aprendi mais com eles do que com meus professores da faculdade. As dúvidas foram sanadas rapidamente. No dia da prova, parecia que eu estava com a Aryanna ali do meu lado falando como fazer a estrutura da peça”, comenta.

Aprovada de primeira na OAB, ela deixa sua impressão sobre o CERS sem titubear: “SUPER RECOMENDO! A minha experiência foi ótima com eles e o resultado não podia ser outro”, comemora.

Ficou interessado?

Aqui você encontra curso preparatório para primeira fase da OAB.

Thaisa e Gustavo: uma história de amor e aprovação

Thaisa e Gustavo: uma história de amor e aprovação

Uma história de muito amor e determinação. Thaisa e Gustavo se olharam e se apaixonaram. Logo depois do casamento, resolveram que juntos iriam voltar a estudar para concursos. Esse só foi o primeiro passo para a realização do sonho do casal, que teve a ajuda dos professores do CERS para torná-lo realidade. Confira o resultado dessa trajetória inspiradora.